Febre Amarela - Confira os horários e pontos de vacinação

Cidadãos de Uberaba poderão tomar a vacina contra a febre amarela de segunda à sexta-feira, das 08h às 16h, em todas as Unidades de Saúde da cidade.

A Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Uberaba, por meio da Diretoria de Vigilância em Saúde, voltou a alertar a população em relação à vacinação contra a febre amarela. Com novos casos registrados esse ano, e as mortes em Minas Gerais, novidades sobre a doença ocuparam o noticiário nos últimos dias.

Em Uberaba, até o momento, não há notificação de casos com suspeitas e as medidas adotadas são preventivas. Quem vacinou uma única vez, já está protegido.

Porém, quem não foi vacinado nenhuma vez contra a doença está exposto e deve procurar uma Unidade Básica de Saúde (UBS) para ser imunizado. Podem vacinar crianças de nove meses a adultos de até 59 anos que não recebeu nenhuma dose. Acima de 60 anos com orientação médica.

Com foco em evitar problemas relativos à febre amarela, a SMS informou que tem atuado também nas Unidades de Saúde das zonas rural e urbana, Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) Mirante e São Benedito e hospitais, solicitando que redobrem a atenção com relação a notificação de pacientes com sintomas da doença, bem como pedem a população que informem sobre qualquer primata morto na região.

A denúncia de primatas mortos deve ser feita ao departamento de Zoonoses pelo número (34) 3317-4660 ou pelo (34) 3315-4173.

Febre Amarela

A febre amarela é uma doença infecciosa febril aguda, causada por um vírus transmitido por mosquitos vetores, e possui dois ciclos de transmissão: silvestre (quando há transmissão em área rural ou de floresta) e urbano. O vírus é transmitido pela picada dos mosquitos transmissores infectados e não há transmissão direta de pessoa a pessoa. Nas cidades é transmitida principalmente por mosquitos da espécie Aedes aegypti.

Os sintomas iniciais da febre amarela incluem o início súbito de febre, calafrios, dor de cabeça intensa, dores nas costas, dores no corpo em geral, náuseas e vômitos, fadiga e fraqueza.

Fonte: G1 e Secretaria Municipal de Saúde de Uberaba.